Mapa topográfico de Portugal, Madeira e Açores

Porque, desde que o antigo IGEOE descontinuou o acesso à versão, ainda que em janela microscópica, das Cartas Militares, não há em Portugal onde consultar em linha, gratuitamente, um mapa que tal; porque a camada WMS das cartas 50K disponibilizada pela DGT, limitada ao zoom 13, é inútil; porque as razões para utilizar um mapa não têm que ser só e sobretudo promover ou procurar "negócios" nem pretextos orientados para gerar uma transacção comercial; porque o OpenStreetMap não é o OpenStreetMap.org e a respectiva arquitectura e potencialidades não se compreendem bem sem tentar executar o passo seguinte: produzir um mapa à medida. Com base nos seus dados e numa versão modificada do estilo OpenTopoMap, disponibilizo uma versão de um mapa topográfico de Portugal (Continente e Ilhas).

Trata-se simultaneamente de:

  1. Um WEBMAP que pode ser consultado directamente na interface disponível no endereço http://map.valentim.org, com a adição de algumas funcionalidades, entre as quais:
    • Função “O que é isto?”. Permite obter informação sobre objectos no mapa mediante clique sobre os mesmos, a partir de consulta ao Overpass API.
      Dica: no caso de polígonos/áreas ao invés de clicar no centro exprimente clicar nas linhas que os delimitam. Apenas objectos com nome são apresentados.
    • Função “Pesquisa”. Permite procurar e centrar o mapa um local procurando-o pelo nome, mediante consulta ao Nominatim.
    • Função “Edite esta zona no OpenStreetMap”, abre a área para edição, à escolha, directamente num dos três editores mais populares (ID, Josm e Potlatch).
  2. Um TILESERVER que permite a qualquer um a livre inclusão do mapa nas suas próprias páginas web, bem como o consumo em aplicações compatíveis. Por exemplo:
    • Utilizando o Leaflet, basta definir uma nova camada do tipo “TileLayer”, indicando os parâmetros:
      • url base: 'http://map.valentim.org/otmpt/{z}/{x}/{y}.png'
      • maxZoom: 17
      • bounds: new L.LatLngBounds(new L.LatLng(29.879, -31.729), new L.LatLng(42.192, -6.125));
      • attribution: 'Mosaico: <a href="http://valentim.org">valentim.org</a> | Dados: Contribuidores do <a href="http://www.openstreetmap.org/about">OpenStreetMap</a>, <a href="https://land.copernicus.eu/imagery-in-situ/eu-dem">Copernicus</a>, <a href="http://www.hidrografico.pt/op/33">Instituto Hidrográfico</a> | Estilo: <a href="https://github.com/der-stefan/OpenTopoMap">OpenTopoMap</a>, &copy; <a href="https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/">CC-BY-SA</a>'
    • No QGIS, Adicionado uma camada do tipo XYZ Tiles. Menu “layer” -> "Data Source Manager" -> "XYZ Tiles" -> "clique direito do rato" -> opção “New Connection” -> Introduzir os parâmetros:
      • Name: map.valentim.org
      • URL:  http://map.valentim.org/otmpt/{z}/{x}/{y}.png
      • Min. Zoom Level: 5
      • Max. Zoom Level: 17
      • Referer: QGIS
        NB: Para visualizar a camada, no mesmo local, após definição supra -> clique direito do rato sobre o nome -> "Add Layer to Project".

O essencial da ideia é ter um algo de relativamente clean, expurgado de distracções e do excesso de cores e de informação para onde, por definição, o OSM propende e que facilite uma leitura imediata do terreno, enfatizando simultaneamente os pontos de interesse natural e cultural, mormente o património edificado e os equipamentos (museus, centros de exposições etc.), permitindo num golpe de vista reconhecer os motivos de interesse numa dada zona.

Principais diferenças/acréscimos face ao estilo original OpenTopoMap (29/07/2019):

  • Actualizado todos os dias com as modificações introduzidas pelos colaboradores do OSM (o OTM é-o apenas muito esporadicamente);
  • Hillshade e curvas de nível melhorados com base num DEM (modelo digital da elevação do terreno) personalizado, de maior resolução, incluindo, entre outros, dados Copernicus e do Instituto Geográfico Nacional espanhol;
  • Representa a orografia (relevo) dos fundos marinhos segundo dados GEBCO (níveis de zoom 5 a 8);
  • Incorpora a informação batimétrica (profundidade) do Instituto Hidrográfico (níveis de zoom 9 a 17);
  • Incorpora a nomenclatura "underseas feature names" (níveis de zoom 8 a 17) da Organização Hidrográfica Internacional;
  • Enfatiza o património e os pontos de interesse cultural (objectos históricos, museus e arts_centres);
  • Assinala vértices geodésicos;
  • Assinala os nomes das praias;
  • Assinala waterfalls (quedas de água);
  • Assinala parques, jardins e campos de golfe;
  • Assinala pontos de informação turística (excepto guideposts);
  • Assinala [leisure] = 'picnic' or [leisure] = 'picnic_table' or [tourism] = 'picnic_site';
  • Diferencia graficamente as zonas de protecção especial entre aquelas a valores naturais e as a património imóvel de valor histórico-cultural;
  • Enfatiza historic=archeological site com icone próprio;
  • Destaca os picos/cumes, segundo o isolamento;
  • Mostra todos os miradouros/pontos cénicos (o original, apenas aqueles com direcção definida);
  • Exibe e nomeia o paredão das barragens;
  • Representa campos de cultivo genéricos (farmland), distinguindo ainda arrozais;
  • Representação de shoal - áreas a descoberto na baixa-mar;
  • Colocação das curvas de nível sob, ao invés de sobre, linhas de água e edifícios;
  • Assinala moinhos de vento (zoom >=14);
  • Atribui nome a ilhas (islands) e ilhotes (islets);
  • Nomeia zonas húmidas (wetland);
  • Exibe e nomeia adequadamente marinas e docas;
  • Nomeia instituições de ensino, edifícios judiciais e da administração local (zoom >=16);
  • Assinala e nomeia piscinas de acesso público (zoom >=15);
  • Assinala farmácias (zoom >=16);
  • Nomeia áreas consagradas a uso militar;
  • Nomeia zonas industriais:
  • Representa natural=heath (zonas de vegetação rasteira);
  • Representa arrifes, aceiros e outras linhas de corte (man_made=cutline);
  • Reduz a proeminência/mancha visual de estradões indefinidos (highway=track sem grade - a maioria);
  • Assinala e nomeia aeródromos e pontos de aterragem de helicópteros (helipads), quando definidos como áreas;
  • Representa leisure e landuse recreation_ground, nomeando (apenas) áreas extensas;
  • Outros pequenos pormenores.

Trata-se de trabalho em progresso. Sugestões são bem-vindas.